top of page

Como funciona a terapia EMDR?

Atualizado: há 2 dias

Você gostaria de saber como funciona a terapia EMDR e eu vou te explicar em detalhes tudo o que você precisa saber a respeito desta abordagem psicoterápica voltada para a cura de traumas.


A terapia EMDR (Dessensibilização e Reprocessamento por meio dos Movimentos Oculares) é uma abordagem terapêutica que só pode ser aplicada por psicólogos e psiquiatras (profissionais da área da saúde mental) que devidamente se capacitaram e possuem certificação para esta prática.


Para você saber como funciona a terapia EMDR, precisa pensar que esta terapia implica em ativar regiões do cérebro responsáveis por registrar informações do nosso inconsciente, onde se concentram as memórias traumáticas. Dessa forma, por meio dos movimentos bilaterais oculares, é possível estimular o cérebro a reprocessar traumas e memórias inconscientes, desbloqueando algumas regiões, o que a terapia falada, por exemplo, não alcança.





Esses movimentos oculares são os mesmos que os olhos fazem quando entram no sono profundo (REM), em que os sonhos acontecem todas as noites, embora nem sempre lembremos disso. E os sonhos são materiais do nosso inconsciente.


O objetivo da terapia EMDR é ajudar as pessoas a superarem os traumas, alcançando uma maior estabilidade emocional e melhor saúde mental. Qualquer memória pode estar carregada por um trauma, mesmo que não seja algo que tenha marcado a pessoa. A manifestação de um trauma que não temos consciência de ser trauma pode se dar de diversas formas, como: um comportamento explosivo, um comportamento mais passivo, um transtorno de ansiedade, raiva excessiva, comportamentos desproporcionais em geral.


A terapia EMDR é indicada para tratamento de Estresse pós-traumático, sendo fortemente indicada para veteranos de guerra. Também é recomendada para quem sofreu abuso sexual, estupros, assaltos, desastres naturais e variados tipos de violência. Também é efetiva para tratar fobias, problemas de relacionamentos, falta de autoestima e déficits diversos.


A terapia EMDR foi proposta por Francine Shapiro, que faleceu em 2019. Observando como se dava suas preocupações enquanto caminhava olhando de um lado para o outro na rua, percebeu que os desconfortos se dissipavam. Isso fez com que ela aplicasse testes em cobaias, até desenvolver diversos estudos a respeito e desenrolar essa técnica. Hoje, temos muitos artigos científicos a respeito do tema, com resultados significativos.


A terapia EMDR, junto com a TCC (Terapia Cognitiva Comportamental) é considerada uma terapia breve, ou seja, possui resultados mais rápidos que as terapias mais longas, como a psicanálise, por exemplo.


Como funciona a terapia EMDR: depois de uma fase de estabilização, os pacientes são instruídos a acessar memória traumática que contribuiu para a patologia atual, enquanto acompanham estímulos bilaterais (visuais, táteis e/ou auditivos).


O EMDR tem-se expandido rapidamente pelos consultórios psicoterapêuticos em vários países do mundo, dada a sua taxa de sucesso e diálogo com outras abordagens terapêuticas.


Quando o sujeito recorda o evento traumático e em seguida move os olhos, isso reduz a vivacidade da imagem mental envolvida naquela memória episódica, uma vez que o movimento ocular incongruente reduz a vivacidade da imagem mental. Como o próprio ato de lembrar um evento muda sua representação na memória, quando essa memória for recodificada, ela será armazenada de maneira menos vívida, deixando de incomodar.


Caso precise de ajuda psicológica, entre em contato comigo:

Psicóloga Michelly A. Ribeiro

CRP-08/27324

(45)99131-3177


23 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page